• Leia onde estiver

  • Tópicos recentes

  • projeto paralelo

    Hiper - Estudos em Comunicação Digital
  • del.icio.us

  • now in theaters

  • Anúncios

sobre o (polêmico) twitter

sou um sujeito implicante por natureza – por uma questão de marketing pessoal, prefiro polemista a implicante, ainda que este segundo adjetivo (polemista) traga alguns contrabandos que não valhe a pena comentar agora.

feita esta introdução – para avisar aos desavisados o que está por vir -, é importante ressalvar que, enfim, descobri a real importância do twitter.

nunca escondi minha total descrença e falta de motivação (e não é só minha) em relação ao serviço – parece mais uma ferramenta de networking do que qualquer outra coisa.

microblog? tenho cá minhas dúvidas, afinal o que se faz através do twitter pelo celular pode-se fazer com qualquer outro serviço também pelo celular.

mas, vá lá, precisava dar uma chance – se não por uma questão de preferência, mas por um dever de profissão e compromisso com o que está se falando sobre na web.

pois bem, preconceito e conservadorismo postos de lado, me cadastrei no serviço e passei a acompanhar (e ser acompanhado) determinados usuários. hoje, para minha surpresa, retirei algo útil lá das entranhas do twitter, onde eu só enxergava recados cifrados e piadas internas.

Started writing the new book yesterday. Finally figured out the phrasing of the first line while half asleep on the F train.

o recado é de steven johnson (ele anda silencioso em seu blog), avisando que finalmente colocou o primeiro ponto final de seu mais novo livro. a mensagem anterior falava da felicidade dele ao ver o filho de seis anos fazendo um home run – o cara é muito fã de baseball, basta ler surpreendente.

assim como nunca escondi o que penso sobre o twitter, também nunca escondi o que penso do johnson. aliás, se você ainda não o descobriu, corra. e descubra o que se pode tirar de útil do twitter.

Anúncios