• Leia onde estiver

  • Tópicos recentes

  • projeto paralelo

    Hiper - Estudos em Comunicação Digital
  • del.icio.us

  • now in theaters

  • Anúncios

um presente de fim de ano

hitchcock profileo bom de se ter a coleção de filmes do hitchcock é que nunca é demais rever seus filmes.

mesmo os que não estão no mesmo nível do mórbido jogo de festim diabólico ou dos desejos inconfessáveis de pacto sinistro. ainda assim são grandes filmes, e a marca do diretor permanece lá, indelével.

é impressionante como o cinema perdeu a autoria. e hitchcock é autoral por definição, do princípio ao fim – da concepção do storyboard ao obcecado processo de controle sobre a obra.

a presença da câmara, o estímulo ao voyerismo, a cumplicidade estabelecida com o espectador e a plasticidade das cenas são chave para entendê-lo. pouquíssimos diretores da atualidade conseguem manter um estilo, uma forma, de modo a se fazer reconhecer pelo público em poucos segundos de uma cena.

(não citarei o nome que me vem a cabeça. certamente serei massacrado pelos dois leitores que restaram e não me abandonaram após a dissertação)

hitch era assim. não me estendo porque qualquer coisa que se escreva, aqui ou em outro lugar, é passível de ser tomado por óbvio. que seja. é verdade.

se alguém quer uma idéia sobre o quê me dar de presente, um filme do hitch seria um belo agrado… ainda que seja necessário perguntar-me se já não o possuo. 😉

Anúncios