• Leia onde estiver

  • Posts recentes

  • projeto paralelo

    Hiper - Estudos em Comunicação Digital
  • del.icio.us

  • now in theaters

11 de Setembro, cinco anos depois

9/11 attacks
nunca, na minha ainda iniciante trajetória profissional como jornalista, houve um dia como 11 de setembro de 2001.

para a minha geração foi como cobrir a Segunda Guerra. equivaleu a um Vietnã. às duas guerras norte-americanas mais emblemáticas, a do Golfo e a do Iraque.

é muito duro escrever isso: parece que estou comparando sofrimento e dor. mas em meio a tudo isso, pude – meus colegas e eu – tirar grandes lições profissionais.

marco zero

é uma obviedade dizer que o mundo mudou após os ataques terroristas. está muito pior. com mais medo e terror. mais triste.

a web será invadida nesta segunda-feira por milhares de lembranças e homenagens às vítimas dos atentados.

o 9/11 nunca pode ser esquecido. para que nunca se repita. é o que se diz. e eu acredito.

espero que nunca se repita. espero que não seja necessário aprender assim.

ps: o post pode parecer self center. não foi esta a intenção.

5 Respostas

  1. […] ainda sobre o 11 de Setembro: “I grew up in Virginia and I never imagined a day when a jet hitting the Pentagon would not be the lead story” […]

  2. Olha, 11 de setembro concerteza foi e é um dia marcante para todos os Norte-Americanos. Tavez não só para eles, mas para o mundo todo. Como tu mesmo falaste. É um sentimento de dor. Foi o maior atentado terrorista da história, até então. Creio que na medida em que o mundo evolui, as coisas pioram. Como parar isso? Na verdade o problema vem de bem antes, antes mesmo do 11 de setembro de 2001.

    Abraços.

  3. foi o primeiro dia da minha vida que realmente me senti vivendo a História. as imagens dos aviões entrando nas torres e logo depois os desabamentos marcaram indelevelmente assistiu. e outra característica do 11/9 também é essa: o atentado transmitido ao vivo, sob todos os ângulos.

  4. Naquele dia, a solidariedade nos fez sentir como americanos, terrificados diante do choque que as imagens proporcionavam…

    Eu naquela manhã, não acreditava no que me diziam na escola… somente quando cheguei em casa e me deparei frente às imagens que a ficha caiu…

    Embora eu ainda não pudesse compreender as proporções e repercussões daquele ato, um medo sem precedentes tomou conta de mim…

    a comparação foi inevitável… e se fosse aqui? em São Paulo ou em Porto Alegre?

    nada justifica o ato. nada.

    e mesmo que o mundo tenha ficado pior, como tu disseste, essa data não deve ser esquecida para que não seja revivida.

    abs Daniel!

  5. Foi tão marcante, que acredito que todos nós sabemos dizer onde estavamos quando ficamos sabendo do que aconteceu naquele 11 de setembro. Eu estava chegando da escola.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: